Pe. Neri Dione Squisati

  

Biografia

“Sei em quem acreditei” (2Tm 1,12)

            Nascido em 10 de outubro de 1988, sou o terceiro filho do casal Pedro Luiz Squisati e Maria Diva Squisati. Tenho um irmão, Nilmar Squisati (casado), e uma irmã Neiva Fernanda Squisati (casada, com dois filhos, Rafael e Rafaela). Meus pais já residiam em Maringá, mas na ocasião das proximidades de meu nascimento dirigiram-se à casa dos parentes na cidade de Formosa d’Oeste, onde nasci e fui registrado.
           
De volta a Maringá, fui batizado aos 26 de março de 1989 na Paróquia Santo Antônio de Pádua em Maringá, pelo então pároco Pe. Nunzio Reghenzi. Residimos na Rua Santo Antônio por sete anos, muito próximos à casa de meus avós maternos que, até hoje residem na Rua Caracas. Em 1995, nos mudamos para o Conjunto Requião, lugar que meus pais residem até hoje.
           
Iniciei meus estudos na Escola Municipal Professor José Marchesini, onde cursei apenas a 1ª série. Em seguida, por ser mais próximo à casa de minha família, fui transferido para a Escola Municipal Ângela Virginia Borin, cursando da 2ª à 4ª série. Realizei o Ensino Fundamental e Médio no Colégio Estadual Tânia Varella Ferreira, lugar onde fiz grandes amizades com professores e amigos de turma que trago comigo ainda hoje.
           
Nesses ínterim, sempre participamos da Paróquia Divino Espírito Santo, mas a distância, pouco a pouco, dificultava nossa caminhada. Foi então que, começamos a participar da então Comunidade Nossa Senhora do Rosário, um pequeno salão onde eram rezadas as missas. Fui inscrito na catequese e preparado para receber o Sacramento da Eucaristia em 1999. No ano de 2003, recebi o Sacramento da Confirmação pelo então Arcebispo de Maringá, Dom João Braz de Aviz.
           
Ainda em 2003, por ocasião de uma Semana Vocacional, realizada na então Capela Nossa Senhora do Rosário (pertencente à Paróquia Nossa Senhora da Liberdade), tive a oportunidade de conhecer os seminaristas de Maringá. Foi uma experiência fundamental para meu discernimento vocacional. A partir dali, que tive a coragem de dizer “Sim” e participando dos encontros vocacionais realizar uma caminhada de discernimento vocacional que levou três anos (de 2003 a 2005).
           
Sempre participativo na Paróquia, me tornei catequista, frequentei a PJ, Pastoral da Criança, RCC. Tudo fazia com muito amor. Foi então que, em 2005, ao concluir o Ensino Médio, fui aceito para ingressar ao Seminário Propedêutico Santo Cura d’Ars, em Maringá. Deixei meu emprego de office-boy e me lancei a viver este chamado de Deus.
           
Em 2006, juntamente com outros 15 companheiros (11 da Arquidiocese de Maringá e 4 da Diocese de Guajará-Mirim, em Rondônia) iniciei a formação no Seminário. De 2007 à 2009, realizei a formação no Seminário Nossa Senhora da Glória na etapa da Filosofia, cursando Licenciatura em Filosofia na PUCPR Maringá. Nesta ocasião, concluímos o curso em apenas 3 seminaristas (Claudemir, Vanilson e Eu).
           
De 2010 a 2013, fomos transferidos para o Seminário de Teologia Santíssima Trindade, onde fizemos os quatros últimos anos de formação, cursando, ao mesmo tempo, o curso de Bacharelado em Teologia na PUCPR Londrina. Nesse tempo, recebemos os ministérios de Leitor e Acólito e fomos admitidos oficialmente como candidatos às Ordens Sacras.
           
No último ano, após termos sido aprovados pelos escrutínios, Dom Anuar, comunicou nossa Ordenação Diaconal. Foi então que, em 29 de dezembro de 2013, Claudemir Ricardo, Marcos Andeluci, Vanilson Rigon e Eu, fomos ordenados Diáconos na Catedral Basílica Nossa Senhora da Glória, em Maringá, por Dom Anuar Battisti, tendo como lema “Chamados para estar com Ele e enviados a pregar” (Mc 3,14).

Fui nomeado como colaborador na Paróquia São Francisco de Assis, em Maringá, auxiliando ao Pe. Luiz Azevedo, também nomeado Pároco da comunidade naquela ocasião.
           
Fui apresentado em 29 de janeiro de 2014 à Paróquia São Francisco de Assis, iniciando os trabalhos pastorais. Uma Paróquia com muitas atividades e um povo sem igual. Nesse tempo, tive de fazer a preparação para a Ordenação Presbiteral. E, em 23 de maio de 2014, na Catedral Basílica Nossa Senhora da Glória, em Maringá, fomos ordenados Presbíteros por Dom Anuar Battisti. Tivemos como lema comum “Dar-vos-ei pastores, segundo o meu coração” (Jr 3,15). Como lema pessoal de vida e ministério, escolhi o texto de São Paulo: “Sei em quem acreditei” (2Tm 1,12).
           
Celebrei minha 1ª Missa Solene em 25 de maio de 2014, em minha comunidade de origem, Paróquia Nossa Senhora do Rosário. Em 26 de maio, no dia da memória de São Filipe Néri, presidi minha 1ª Missa Solene na Paróquia São Francisco de Assis, sendo na mesma oportunidade apresentado agora como Vigário Paroquial.
           
Muitos trabalhos realizados junto a esta comunidade marcam minha vida. A proximidade à catequese, aos jovens, às CEBs, coroinhas, grupos de reflexão e tantos outros trabalhos, são experiências marcantes que trago comigo, nesses ainda quase dois anos de ordenado.
           
E, em 02 de outubro de 2015, fui comunicado por Dom Anuar de minha transferência para a Paróquia Santo Antônio de Pádua, sendo agora designado para ser Pároco. Um grande desafio, mas que certo de contar com a graça de Deus, se apresenta como uma grande responsabilidade.
           
Enfim, só tenho que agradecer a Deus por tudo que me concedeu. Desde a vida até o ministério recebido. Começando esta nova etapa, peço força e luz para saber conduzir bem todos os trabalhos. “Sei em quem acreditei” (2Tm 1,12), e sei que Ele não me deixará só.