18 OUT 2019

A comunidade católica do Japão espera o Papa em novembro

O Papa Francisco visitará o Japão de 23 a 26 de novembro, onde encontrará 440.893 católicos do país, segundo as estatísticas oficiais de 2018, publicadas pela Conferência Episcopal do Japão. Alguns dados numéricos sobre os fiéis da “Terra do sol nascente”

Cidade do Vaticano

Os católicos do Japão representam 0,3% da população, em um total de 127 milhões de habitantes. Em 2018, segundo as estatísticas oficiais da Igreja Católica do Japão (publicadas em julho deste ano pela Conferência Episcopal do Japão), o país conta com 440.893 católicos. Porém, são números contestados, porque segundo uma nota da Sociedade para as Missões Estrangeiras de Paris, “não foram considerados os católicos que não estão registrados nas paróquias japonesas”. Portanto o número pode ser bem superior, pelo menos o dobro.

Grande número de católicos não registrados

A nota assinala que a maioria dos católicos não registrados não são japoneses e que muitas das dioceses do país contam com mais católicos não japoneses do que fiéis japoneses. Muitos deles não estão registrados porque se encontram no país ilegalmente e se negam a registrar por temerem ser contatados pelo serviço de imigração ou pela polícia japonesa.

A maioria dos católicos estão nas proximidades de Tóquio

A capital japonesa é a maior metrópole do mundo com quase 37 milhões de habitantes (mais do que um quarto da população do país) – continua a nota – detalhando além disso que as três dioceses Tóquio, Yokohama e Saitama, na área metropolitana de Tóquio, contam com 174.878 católicos, dos quais 97.660 vivem na arquidiocese de Tóquio.

Os cristãos ocultos de Kyushu

Depois da área de Tóquio, a segunda maior concentração de católicos encontra-se em Kyushu, onde a Igreja local herdou a fé transmitida pelos “cristãos ocultos”, já que o cristianismo foi proibido durante o período da perseguição (1639-1873). As quatro dioceses da ilha contam com 106.203 católicos, dos quais 60.933 estão na diocese de Nagasáki.

Segundo as estatísticas de 2018, a evolução da população católica japonesa em dez anos demonstra uma diminuição do número de católicos registrados no país (440.893 católicos em 2018 em confronto com 447.886 em 2008)

Os batizados: em 2018 os adultos superaram as crianças

A Sociedade para as Missões Estrangeiras de Paris informa ainda que durante o ano de 2018, o número de adultos batizados superou o de crianças recém-nascidas batizadas. Em 2018 foram registrados 2.689 batismos de adultos, dos quais 798 em Tóquio; destes 2.329 eram recém-nascidos. O número de batismos para toda a população católica diminui constantemente desde 2006 (com 7.193 batismos em 2006 em comparação com os 518 em 2018).

O clero do país conta com 1.366 bispos, sacerdotes e diáconos dos quais 529 não japoneses. No final de 2018 havia 74 seminaristas, entre eles 31 diocesanos.

Na área da educação a Terra do Sol Nascente conta também com 776 creches, escola de ensino fundamental e de ensino médio católicas. O Japão conta também com 44 colégios católicos, incluindo universidades. No final de 2018, contava com 74 seminaristas, incluindo 31 seminaristas diocesanos.

 

 


Assuntos


Compartilhe esta publicação
Nossas redes sociais
Top